“Vinte e um de Setembro de dois mil e oito”

Como as meninas não tem postado, resolvi postar por uma delas, literalmente ~

Como podem ver na foto, essa é a minha agenda, ou era, até terminar o ano. Num dia qualquer, Dani abriu a agenda aleatoriamente e começou a escrever, já que eu tinha dito que era muito bom escrever histórias nela ^^ Ontem, eu estava relendo minhas anotações durante o ano e achei isso 😀  Acho que Danix não vai ficar com raiva, então… eu digitei o que ela escreveu e resolvi postar aqui.
Meu conselho? Termine a história friend :*

Como não tinha título, achei bonitinho nomeá-la com as primeiras palavras da estória. “Vinte e um de Setembro de dois mil e oito”, só pra efeito de post mesmo riri

“Vinte e um de Setembro de dois mil e oito. O que isso representa para você? Apenas números ou uma data comum do ano, imagino. Seria o certo a pensar, aliás, foi o que eu achei no momento em que pisei no chão do meu apartamento e abri a cortina cinza sem graça, deixando o sol queimar a minha face. Se tivesse que usar um clichê para começar o meu relato, o mesmo seria “A vida é uma caixinha de surpresas”.

Trabalho na Folha de São Paulo e hoje tenho minha própria coluna. Me orgulho do cargo que conquistei, mas quase todo dia, me flagro choramingando pelos cantos, recordando o clímax da história por trás disso.”

Lianne ~

Anúncios

2 comentários sobre ““Vinte e um de Setembro de dois mil e oito”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s