DICAS: VIAJANDO PARA A RÚSSIA

Olá pessoal, hoje resolvi escrever algumas informações e dicas para ajudar a você que pretende viajar para a Rússia.

Escrevo, pois viajei para a Rússia recentemente (Maio/2018) e juntei algumas dicas que podem ser úteis para você, tanto dicas antes de ir, como enquanto estiver por lá. Separei as dicas por tópicos, em que falarei sobre a língua, a moeda, sobre internet, aplicativos úteis, como andar de metrô etc.

Inicialmente é bom ressaltar que eu tinha uma visão muito simplista da Rússia, achava que era um país essencialmente agrário, e o que eu encontrei lá me surpreendeu muito! É um lugar maravilhoso de se conhecer, tudo muito organizado, limpo, uma cultura muito diferente da nossa e também admirável. Parece que a cada esquina tem um castelo ou algum monumento a se ver, conhecer, fotografar (haha). Acredito que é um lugar “must go”, é impressionante, cheio de cultura e história para contar.

Abaixo, algumas fotos que tirei durante a viagem:

Bom, depois dessa introdução, vamos para as dicas!

1. Alfabeto Cirílico

Antes de ir para a Rússia, saiba que você que vai se deparar com um alfabeto diferente do nosso. Lá esses usam o alfabeto cirílico. E não se deixe enganar! Existem letras que são muito parecidas com a nossa, senão idênticas, mas que terão um som totalmente diferente do que estamos habituados.

Por isso, acho muito interessante que você dê uma olhada no alfabeto antes de ir, para evitar aquele choque inicial. Ademais, é interessante que você tente aprender algumas palavras básicas em russo, como: oi, obrigada, de nada, por favor etc. Só essas palavras básicas já vão abrir algumas portas para você e vai fazer com que seja melhor recebido (isso é verdade para qualquer lugar que você vá conhecer).

Alguns exemplos de palavras que você pode aprender são:

– obrigada: spaciba (pronúncia)

– por favor/de nada: pajavoustê

– licença/desculpa: izvinite

– tchau: das vidânia

– oi: zdrasvstuite

– não: niet

– sim: dá

– bom: rraroshi

Essas foram as que eu mais usei e acho interessante aprender. Existem aplicativos para celular que podem te ajudar a aprender essas palavras, mas já te adianto: quando se está no país, no dia-a-dia, fica muito mais fácil de aprender e usar essas palavras.

Abaixo algumas fotos que tirei durante a viagem para exemplificar a vocês como é o alfabeto.

Devo admitir que passei grande parte da viagem tentando adivinhar que danado era “pectopah” kkk vou quebrar o seu galho e adiantar que pectopah significa restaurante. Outro muito comum é o “kode”ou “kade”, que significa café.

As outras fotos são de um menu do restaurante MyMy, o “CTON”, que significa stop/pare, e as outras acho que vocês vão reconhecer: subway e starbucks.

2. Moeda: rublos

Saiba que a moeda da Rússia é o “rublo”, por isso é importante que você vá para uma casa de câmbio e troque certa quantia em dinheiro para fazer suas compras lá. Eu levei um cartão do Banco do Brasil chamado “Visa travel money”, coloco dólar nele e posso usá-lo como um cartão de débito.

Antes de viajar para a Rússia, li que existiam muitos cantos que não aceitavam cartão como forma de pagamento, no entanto, como visitei Moscou e S. Peterburgo, que são as maiores cidades de lá, não tive nenhum problema em usar o cartão (mas eu preferia usar o dinheiro mesmo em alguns locais).

Costume local: as pessoas nunca (ou raramente) dão o dinheiro na mão das pessoas, então você deve colocar o dinheiro em um pratinho designado ou mesmo na mesa, e então a pessoa pega o dinheiro de lá. Esse é um costume russo, eles são bem supersticiosos. Durante a viagem, teve pessoas que aceitaram pegar o dinheiro da minha mão, enquanto outras apontaram para o “pratinho” para eu colocar o dinheiro lá, e só então elas pegaram. E o troco é da mesma forma, eles colocam na mesa e você pega de lá.

Image result for rublo

3. Internet

A internet é sempre a nossa aliada em viagens! Nos ajuda imensamente: nos localizando, dizendo onde tem o restaurante mais próximo, como chegar ao hotel etc.

Por isso é interessante ter um chip para celular que lhe permita ter acesso à internet. O que levamos em nossa viagem foi o “sim 4 us” (tem no instagram também), pedimos pela internet e chegou em minha residência antes de eu dar início à viagem. Minha mãe conseguiu um desconto na internet e comprou o chip por $50 (cinquenta dólares), com validade para 15 dias, e com internet ilimitada. Você pode escolher o plano que for mais interessante para você e o melhor desse chip é que ele funciona em vários países. Já adianto que eu não achei a velocidade da internet essas maravilhas não, para whatsapp funcionava sem problemas, mas para instagram…era super lenta e não carregava muita coisa. A parte legal é que eu podia ficar trocando de operadora e escolher a que eu achasse melhor. Na minha viagem, fomos à Portugal, Rússia e Itália, e nos 3 países pudemos utilizar o mesmo chip.

No entanto, preciso lhe dizer que assim que você pousar no aeroporto, vão ter várias lojas vendendo esses chips de internet – e por um preço muito mais acessível. Lá na Rússia têm as empresas da “Bee”, Vodafone etc. A Vodafone está em praticamente toda Europa, e eu achei a internet deles muito mais rápida do que a do chip que tínhamos comprado via online. Creio que pagamos em torno de 10 euros pelo chip (no aeroporto de Lisboa, antes de ir para a Rússia) e ele funcionaria por 1 mês. Ah, ao andar pelas ruas russas, você vai perceber que também têm essas lojas em todo o canto, então você pode comprar ou aumentar o seu plano de internet/telefone, se for o caso.

4. Aplicativos

Informação ultra mega importante: na Rússia o Google Maps não funciona muito bem! Não funciona quase nada, na verdade.

Porém, para a sua sorte, estou aqui para te ajudar! Antes de viajar, baixe os aplicativos do Yandex (Yandex.maps e Yandex.metro), esses apps funcionam super bem e vão lhe ajudar a caminhar em Moscou e em São Petersburgo, além de lhe auxiliar a utilizar o metrô. A parte ruim é se você não domina o básico de inglês, porque esses apps são disponibilizados em russo e em inglês.

Sobre os apps:

Você pode baixar o mapa da cidade, antes de sair na rua e ir se aventurar, assim, você terá o mapa off-line e não vai precisar da internet, nem consumir muita bateria do celular com isso. Além disso, a depender da sua localização (em qual cidade você está), o “mapa” do metro já atualiza automaticamente.

Outro aplicativo muito útil é o Google Translate, especialmente porque eu podia tirar foto de planfletos que estavam escritos em russo e eu conseguia entender, a grosso modo, o que estava escrito.

5. Metrôs

Se você já pesquisou um pouco sobre a Rússia, vai ver que um dos mais interessantes pontos a se conhecer são os metrôs. Eles são lindos! Com adornos, lustres, pinturas etc. Então vale muito a pena conhecer. Como fui pela excussão da Europa Mundo, eles já colocaram um pacote extra, incluindo essa visita aos museus. Para ser bem sincera, caso você esteja um pouco acostumado a pegar metrôs e está familiarizado com o funcionamento e os mapas do metrô, você pode facilmente fazer esse percurso por conta própria. No caso, eu decidi comprar o pacote para não perder tempo, pois a guia já sabia exatamente o percurso a se fazer (em qual parada entrar, sair etc), além de explicar o significado das pinturas e contar a história do lugar.

Um dos motivos dos metrôs serem tão bonitos é porque eles foram construídos na época da guerra, quando a população passava grande parte do tempo se abrigando no subsolo, então o governo decidiu transformar esse abrigo em um lugar mais agradável. Você vai perceber que nas pinturas, as pessoas estão sempre sorridentes.

 

Agora, pausa para esse detalhe que me deixou meio que abalada enquanto usava o metrô de Moscou. Falo isso porque já usei os metrôs de São Paulo, Nova York, o de Londres, o de Roma, e pela primeira vez vi essa peculiaridade em metrô: uma bifurcação, ou seja, em um mesmo ponto de metrô, podia-sepegar dois trens para localidades distintas. Então, para evitar com que você se perca em um ponto muito específico do metrô de Moscou, aqui vai um vídeo rápido explicando isso:

 

6. Cultura

É bom lembrar que a Rússia tem uma cultura muito diferente da nossa (brasileira), e por isso, é interessante respeitar e saber conviver com essas diferenças. Eu achei as pessoas bem simpáticas e solícitas a ajudar. Em todo restaurante que eu fui, sempre tinha pelo menos uma pessoa que sabia falar inglês. Se, por outro lado, eu fosse para um fast food, como o Mc Donalds ou o KFC, sempre se tem a opção de apontar para o pedido e verificar o preço na calculadora (haha).

Importante saber também que a cultura russa não tem muita tolerância com demonstrações públicas de afeto, especialmente se se tratar de um casal homossexual, então fique atento a isso, se este for o seu caso. Como não é o meu caso, não tive nenhum problema com isso e não tenho como falar por experiência própria, mas vi em alguns noticiários que esta é uma questão séria lá e se você quiser visitá-los, deve-se adequar à cultura de lá.

Enfim, este foi um apanhado geral do que eu achei interessante e importante de compartilhar com quem está indo para Rússia. Espero que esta publicação tenha sido de alguma forma útil e tenha uma boa viagem!

Abaixo está um pequeno vídeo que eu fiz sobre a parte da viagem que fiz com meus pais (incluindo Portugal e Rússia).

 

Anúncios

COMO USAR BATOM LÍQUIDO DAILUS PRO

Oi, oi, oi =D

Hoje decidi falar pra vocês como aplicar o batom líquido da Dailus Pro.
O que mais li foram posts avaliando bem esse batom, até que finalmente quando decidi comprá-lo. Comprei na cor sapatilha porque achei a cor lindaa, e estou amando essas cores escuras .
Acontece que quando fui aplicar pela primeira vez, me decepcionei muuuuito! Pensei em nunca mais usar esse batom, até que eu resolvi dar uma pesquisada e aprendi a como aplicá-lo da forma correta.

Para vocês que passaram pela mesma situação ou que pretendem comprar um batom dessa linha, vou mostrar a vocês como não ter nenhum estresse 😉

00

Como a foto sugere, a dica milagrosa para fazer esse batom funcionar é usar um lip balm (manteiga de cacau) para hidratar os lábios antes de aplicar o batom.  Também é indicado exfoliar os lábios antes.

Vou mostrar passo-a-passo como aplicar esse batom direitinho. Confiram:

  • Passo 1) Lip Balm

Para hidratar os lábios e receber o batom sem craquear.

aplicarlipbalm

  • Passo 2) Comece aplicando o batom do centro dos lábios para fora

Aplicando dessa fora evita que o batom se deposite, e faz com que fique bem distribuido.
Evitem passar o lábio superior no inferior para distribuir o batom, pois pode deixar a aplicação um pouco ressecada. O melhor é distribuir com o pincél e esperar o batom líquido ficar sequinho.

passo2

  • Passo 3) Corrija os errinhos

Eu sugiro vocês usarem um pincél de batom e ir corrigindo os errinhos, ou seja, a parte que faltou batom. Também sugiro corrigir com base, caso o batom tem passado da linha dos lábios.

passo3

Resultado:

Foi assim que ficou aplicação do batom líquido da Dailus Pro (cor: sapatilha):
batomdailussapatilhamarca

O que eu achei dele? O preço é bom (paguei R$ 28,00 a vista), a cor é linda (e tem muitas outras). Ele faz um trabalho muito bom pelo preço pago. Não é o meu preferido porque não gosto muito da sensação que fica na boca quando ele seca (muito seco). Portanto, comprar ou não, depende do que vocês preferem e estão dispostas a pagar =D

Espero ter sido útil. Beijooooos ;*

Coco Before Channel

Se eu pudesse, eu postaria todos os filmes que adoro e que gostaria de compartilhar com vocês, mas claro, são muitos, então deixo a parte do post para os que mais me marcaram ^^

Então, escolhi o Coco avant Channel(Coco Before Channel ou ainda Coco antes de Channel). Para quem não sabe(difícil), Channel é uma marca tipo, super famosa ~ O filme então, conta a história de como a mulher(Coco/Gabrielle) conseguiu criar essa marca mundialmente famosa. Não sei se é porque eu amo essas coisas de roupas, design, estilismo, mas… o filme é ótimo! Não pensem que é SÓ sobre desenho de roupas, mas como foi difícil Coco chegar até onde chegou e como ela fez isso ~

Sem contar que eu sou super fã da Audrey Tautou(a que fez O fabuloso destino de Amélie Poulain e o Código da Vinci entre outros) ~ Ah, esse filme foi lançado em abril do ano passado ~ desde que eu soube do lançamento eu quis assistir, mas não sei porquê, só nesse ano é que fui vê-lo :C   Pois bem, a dica está dada ^^

Bjx, Lianne.