Scusa Ma ti Chiamo Amore ♪

Semana passada assisti a um filme muito lindo, Lição de Amor(Scusa ma ti chiamo amore). É italiano, e… vocês deveriam assistir

E a trilha sonora é muito legal também – por isso o nome do título -.

Ma Bene, mudando de assunto agora… Perceberam que eu mudei o lay, né? Aliás, tudo; Estava enjoada do tema anterior e já estava na hora de mudar mesmo 

Eu deveria dizer que já terminei de ler Vinte Mil Léguas Submarinas e amei? E já estou lendo o segundo livro que ganhei no amigo secreto – O Herdeiro Guerreiro -. Por falar em amigo secreto, eu resolvi fazer um amigo secreto aqui em casa haha Detalhe que só tem 3 pessoas. Eu, minha mãe e meu pai Ç.Ç Mas tudo bem, acho que vou ganhar The Sims 3 e..tenho que pensar no que dar pra minha mommy ~ Claro que isso deveria ser secreto, então não contem a ninguém /DÃ

Ok, meu post já deu! Beiijos cats :*
(Podem ir jogar a Colheita Feliz agora) – parece uma pandemia mesmo ~

Anúncios

Sociedade dos poetas mortos

Oh captain! My captain! – Walt Whitman

Oh capitão! Meu capitão! nossa viagem medonha terminou;
O barco venceu todas as tormentas, o prêmio que perseguimos foi ganho;
O porto está próximo, ouço os sinos, o povo todo exulta,
Enquanto seguem com o olhar a quilha firme, o barco raivoso e audaz.

Mas oh coração! coração! coração!
Oh gotas sangrentas de vermelho,
No tombadilho onde jaz meu capitão,
Caído, frio, morto.

Oh capitão! Meu capitão! erga-se e ouça os sinos;
Levante-se – por você a bandeira dança – por você tocam os clarins;
Por você buquês e fitas em grinaldas – por você a multidão na praia;
Por você eles clamam, a reverente multidão de faces ansiosas:

Aqui capitão! pai querido!
Este braço sob sua cabeça;
É algum sonho que no tombadilho
Você esteja caído, frio e morto.

Meu capitão não responde, seus lábios estão pálidos e silenciosos
Meu pai não sente meu braço, ele não tem pulsação ou vontade;
O barco está ancorado com segurança e inteiro, sua viagem finda, acabada;
De uma horrível travessia o vitorioso barco retorna com o almejado prêmio:

Exulta, oh praia, e toquem, oh sinos!
Mas eu com passos desolados,
Ando pelo tombadilho onde jaz meu capitão,
caído, frio, morto.

Esse poema de Whitman ficou conhecido principalmente  através do filme Sociedade dos poetas mortos. Foi escrito após o assassinato de Abraham Lincoln, presidente dos EUA, para o mesmo. O navio o qual Whitman fala, representa a guerra civil que ocorreu no governo de Lincoln.
Porque eu resolvi abordar esse tema, não sei bem ao certo. Achei interessante o poema e, como estou um tanto inspirada com a ideia que o filme passa, pensei que seria bom falar um pouco sobre isso, ou ao menos expor algo. E ai está, espero que gostem e Carpe diem!

Carpe Diem, colha o dia, aproveite o momento, não tema o futuro
carpediemDani